Em Brasília, 29 horas. Um grande blogueiro brasileiro acaba de ser encontrado morto em seu apartamento.

O Eu Podia Tá Matando cobriu o funeral e trouxemos várias fotos e informações em primeira mão.

Gorila ou gorilla. Grande blogueiro brasileiro foi encontrado morto
Leitores se reuniram e fizeram questão de carregar o corpo até o cemitério

A blogosfera ficou estarrecida. Posts pipocam a todo momento relembrando os grandes momentos do blogueiro. Vários blogueiros famosos e celebridades (de internet) seguiram para o funeral para prestar uma última homenagem ao velho amigo. Gustavo Gomes Orila, também chamado de G. Orila, mantinha o Blog do Orila.

Orila em foto pessoal com sua mulher Cristie
Orila abraçando sua mulher (agora a viúva) Cristie, modelo. Foto encontrada no fotolog da Cristie.

No velório que aconteceu agora a tarde, alguns blogueiros improvisaram um banquinho e violão para fazer uma última homenagem. Eles cantaram clássicos como Homem Primata dos Titãs e De Volta ao Planeta dos Macacos do Jota Quest, dentre vários outros clássicos.

Macaco cantando
Pedro, blogueiro e também cantor, não conteve a emoção

Vários profissionais são blogueiros nas horas vagas e alguns aproveitaram o horário de expediente para conferir a homenagem, por exemplo, alguns jornalistas que estavam lá para cobrir o enterro. O jornal Estadão divulgou uma breve nota lamentando a parda mas não enviou ninguém para o local.

Fotógrafos, um deles blogueiro
A esquerda Carla, Jornalista e, a direita, João, também jornalista mas que também tem um blog. Note a sutil diferença.

Maria, leitora frequente do blog do defunto, chora inconformada
Dona Maria, leitora do Blog do Orila, chora inconformada. Seus dois filhos, que também são blogueiros, tentam em vão consola-la.

No fim da tarde o amigo da família e probloguer Ricardo Arão chegou ao funeral. Após fazer uma rápida oração em frente ao caixão de Orila, Arão declarou aos jornalistas de queria manter a memória de Orila e que daria continuidade ao seu trabalho e legado. Ele sugeriu fazer um blog para colocar alguns textos antigos de Orila juntamente com alguns posts próprios dele. Ele sugeriu Blog do Defunto, uma óbvia brincadeira de humor negro talvez até um tanto precipitada.

Os ânimos se exaltaram. Alguns blogueiros não gostaram da brincadeira e alardearam que Arão estaria interessado apenas na monetizar um blog em cima da morte de Orila. Defensores e detratores de Arão começaram a brigar. Houve uma enorme confusão quando um blogueiro puxou uma arma.

Macaco segurando arma

Estranhamente o cemitério tinha Wi-Fi!

Os blogueiros briguentos puxaram seus notebooks e não perderam a oportunidade para blogar ao vivo direto de uma briga. Dedos nervosos twittavam nos celulares freneticamente. Dessa forma a briga acabou saindo do cemitério e passando para o maior flamewar que os comentários do Blog do Arão já viram. Trolls paranóicos haviam levantado suas próprias teorias para explicar a morte de Orila. A teoria mais popular e aceita pelo público era a de que o Google estava por trás da morte de Orila e também dos ataques ao WTC. Já haviam inclusive 2 vídeos no Youtube sobre o assunto. Arão ria à toa com todo tráfego que estava recebendo.

Essas teorias acabaram perdendo força quando alguém que snifava o tráfego da rede conseguiu invadir e roubar fotos do computador de Arão.

Nas fotos Arão e Cristie estavam juntos aparentemente trocando carícias. A teoria mais popular passou a ser a de que Arão e a gata Cristie tinham um caso secreto e que juntos haviam planejado matar Orila para ficar com a grana do AdSense.

Arão e a gata cristie se beijando
Arão e a gata Cristie se beijam. A prova da traição? Haviam os dois premeditado a morte de Orila?

Foi nesse momento que chegou a polícia (na confusão da arma, alguém havia chamado). Sargento Silva, também blogueiro, adorou todo aquele buzz e aproveitou as suspeitas para levar em cana Arão, a gata Cristie e o outro blogueiro que havia sacado a arma. Esses aí vão ver a blogosfera nascer quadrada e sem internet.

Blogueiro policial comenta a morte do grande blogueiro

Atualmente Sargento Silva tem o blog mais visitado do momento. Ele tem postado sobre como levantou as pistas e matou a charada.

[Atualizado em 3/Out/2007]: A primeira foto que ilustra esse texto é real e aconteceu no Parque Nacional de Virunga na República Democrática do Congo, no dia 22 de julho desse ano. No massacre aos gorilas das montanhas estimasse que 700 animais foram mortos, deixando uma lacuna que ameaça essa espécie. Mais informações aqui.