Eu vou logo avisando que essa é uma longa história, dividida em três longos posts.

Esses dias eu estava por aí e conheci o Marcelo Branco, que eu conhecia só pela rede, de blogs e vídeos no Youtube.

Marcelo Branco

Ele deu uma palestra muito interessante (inclusive nós gravamos e fizemos uma espécie de podcast) e depois batemos um papo rápido sobre blogs e sobre o blogcamp daqui e sobre o Campus Party.

Campus Party Espanha 2004
Campus Party 2004

O Campus Party é uma mistura de Fórum Social Mundial com Fórum Internacional de Software Livre e Woodstock. Como diria o Pedro Markun, vai ser o Nerdstock! :-b Pela própria descrição no site do evento:

A Campus Party é o maior encontro de comunidades da Internet do mundo. É um espaço pensado para incentivar o compartilhamento, a aprendizagem e a transferência de conhecimentos. Nele, durante 7 dias e 7 noites, milhares de participantes acampam em suas barracas, com seus computadores a tira-colo trocando momentos, idéias e experiências.

É com esse mesmo espírito que carrega a Campus Party da Espanha que, de 11 a 17 de fevereiro de 2008, a Bienal do Ibirapuera será transformada numa grande cidade tecnológica.

Bem, vocês ainda vão ouvir falar muito sobre Campus Party nesse e em outros blogs até porque uma área inédita do evento será a Área de Blogs. Inclusive aqui em Fortaleza, já há uma intensa movimentação para organizar uma caravana para participar do evento. Fiquem de olho. ;)

Acontece que o Marcelo me colocou em contato com o pessoal do Campus Party e me convidou pra ir em São Paulo para conversarmos mais sobre o evento. Como eu nunca tinha viajado de avião e também nunca tinha visitado São Paulo então ia ser algo particularmente divertido. E como eu já sou meio perdido em Fortaleza muita gente também achou que essa ia ser uma viagem particularmente perigosa. Mas eu sou louco pra conhecer São Paulo, é claro que eu topei na hora.

Eu dentro do avião na viagem de ida

Eu embarquei no Aeroporto Pinto Martins em direção ao Aeroporto de Guarulhos num vôo da Gol. Foi super tranqüilo, cheguei, check-in, embarquei e pá, já estava voando.

As aeromoças comissárias de bordo dizem aquela historinha pra te assustar, que o avião vai cair, não sei o que, você pega a poltrona e sai flutuando e tal. Na ida eu fui terminando de ler o Até Mais e Obrigado Pelos Peixes! do Douglas Adams. O avião balançava pra caramba, mas como era minha primeira viagem eu achei tudo muito normal. Felizmente faz poucos dias que eu fui a um parque de diversões então tudo aquilo foi mole.

Eu não ia andar de avião pela primeira vez e não sentar do lado da janela. :-? Daí eu vi uma poltrona dando sopa e fui pra lá. Como o vôo foi a noite dava pra ver as cidades formando constelações no chão. Como a lua estava bem cheia deu pra ver nitidamente as nuvens. É uma visão muito bonita.

O meu erro foi que quando eu mudei de lugar eu deixei meu livro na poltrona. Nessa altura eu já tinha terminado o primeiro e agora estava lendo a continuação do livro, o Praticamente Inofensiva. Quando pousamos alguém viu o livro e achou que eu tinha esquecido ali e levou para a aeromoça comissária de bordo. Ela por sua vez, e eu não sei porque, entregou o livro para outro passageiro e disse para que ele procurasse alguém que tivesse aquela cara típica de quem perdeu o livro. Eu peguei pus um livro na mão e saí andando na esperança desse plano estranho dar certo. O tal outro passageiro me encontrou, mas não estava mais com o livro, havia entregue de volta para alguém, acho que a aeromoça comissária de bordo. O fato é que eu sai dali sem meu livro e sem saber do destino de Arthur Dent.

praticamente inofensiva

Aliás, se você está com meu livro, entre em contato. É um livro como o da foto acima. Você pode até ler ele, porque apesar dele ser o quinto livro da trilogia do Guia dos mochileiros das Galáxias, ele pode ser lido independentemente de você ter lido os outros.

Dizem que a comida do avião é pouca e ruim. Bem, isso é verdade. Eu cheguei lá morrendo de fome. O Sérgio Amadeu foi me pegar no aeroporto e saímos pra jantar com um pessoal e depois eu fui pro hotel. Um hotel bem legal por sinal.

  • obs. 1: Teria sido uma boa idéia colocar um pequeno travesseiro e uma garrafinha d’água na bagagem de mão.
  • obs. 2: Meus agradecimentos ao Sérgio, Marcelo, a Mariel, a Tatiana, o Pedro , a Bianca e a todo mundo que também me ajudou por lá.
  • obs. 3: Gol, você se prepare, na terceira parte dessa história eu vou baixar o pau em você.

Câmera chibataQuer ver preços de câmeras digitais? Bem que eu queria ter levado uma câmera melhor. Já Cotei.