Jack Anderson

LochlanHoje é a vez do meu grande amigo Jack Anderson. Tatuador, pintor, desenhista, enfim, um ashtista completo. De vez em quando ele nos agracia com sua ashte, e eu exponho aqui.

Eis o processo (e clique aqui (ou na foto) pra ver a imagem em alta resolução!):

1) Desenho a lapis (mina 6B).

2) Equalização das cores do grafite, base da silhueta, e paleta de cores, da paisagem: montanhas e horizonte.

3) Base das cores dos objetos centrais: Lochlan, Pedra, Arvore Nó.

4) Luzes, sombras e brilhos do cenario inicial, com a aplicação “freehand” de outros elementos na paisagem (torres). Ajuste de brilho e contraste, finalização de detalhes periféricos.

Ele fez esse desenho pra um personagem dele de CHANGELING: THE DREAMING que quem narra é o Leonardo (um outro amigo nosso). Foi baseado no cenário de SLAYNE: THE HORNED GOD.

Poisé, qualquer dia desses eu boto mais dos trabalhos do Jack por aqui… quem sabe uma tatuagem ou coisa do tipo hehe.

Microsoft & Linux

Um porte secreto do IIS?

Um apache configurado para responder como IIS?

Erro da Netcraft?

Um pássaro? Um  avião?

Essas e outras dúvidas não serão respondidas aqui.

Cientistas brasileiros investigam fenômo ainda não explicado

Cientistas da Universidade Federal de Pernambuco conseguiram reproduzir em laboratório oRaio globular fenômeno do Raio Globular107.

O Raio Globular é um fenômeno pouco conhecido e ainda não explicado pela ciência. Trata-se de uma espécia de raio em forma de globo ou disco ou até mesmo circular que se forma na atmosfera do planeta e pode descer a pontos próximos da superfície. É algo extremamente raro. Sua incidência é maior em áreas próximas a tempestades.

No século 18 com o domínio da eletricidade e a demostração de que descargas estáticas são equivalentes à descargas elétricas o nosso amiguinho passou a ser considerado mais um do grupo de fenômenos elétricos atmosféricos. No entanto, o mistério em torno de raios globulares permaneceu. Surgiram explicações esotéricas e até possíveis casos de morte relacionados.

Mas enfim alguém conseguiu uma boa explicação e conseguiram reproduzir o dito em laboratório. E mais: esses caras são brasileiros.

Um artigo sobre o estudo saiu na New Scientist, e pode ser lido aqui.

Vai aqui a minha crítica à nossa terrível cultura de não ficar sabendo por meio de comunicação grande algum a respeito desse tipo de coisa que acontece no nosso país. Ciência é algo muito pouco valorizado pela nossa sociedade.

(edit: veja um vídeo aqui!)

PECHINCHA!!

lombraCompre já sua placa de vídeo 3D! Com as mais novas tecnologias de aceleração de vídeo (de SEGUNDA GERAÇÃO!), a 3D BLASTER ANNIHILATOR 2 MX conta com impressionantes 32MB DE MEMÓRIA DEDICADA DE VÍDEO! Utilizando do novíssimo slot AGP, confere total potência e impressionante desempenho!

DE GRAÇA, você leva uma viagem no tempo de volta até 2001, quando isso era novidade.

Compre AGORA! por apenas 1.249,00 reais! Link da americanas: http://www.americanas.com.br/prod/33783/eacom?paraleat&par=buscap3

(ou alternativamente, compre uma 7600GS pela metade do preço, uma placa infinitamente melhor :)

Namorada virtual

PEQUIM — Um garoto de 17 anos no nordeste da China ficou tão decepcionado com a aparência de uma mulher que ele conheceu através da Internet que enforcou-se após conhecê-la em pessoa.

O adolescente (cujo nome não foi revelado) conheceu a mulher — que usava o nickname de “Qunjiaofeiyang”, que significa “Saia rodada” — através de um conhecido serviço de mensagens instantâneas chinês, o QQ.

A garota se descrevia como uma linda jovem de 19 anos, e o par conversavou pela internet por semanas antes de combinar um encontro no dia 26 de dezembro, na cidade de Mudanjiang, na província de Heilongjiang, nordeste da China.

O garoto foi e descobriu uma mulher muito menos atraente do que o prometido, e 10 anos mais velha que ele.

O jovem imediatamente voltou para casa, perdeu o apetite e quatro dias depois enforcou-se de uma árvore.

Nam! É inacreditável. No Brasil e na China, nordeste só dá MAZELA. E o pior! Esse aí além de MAZELA era EMO, provavelmente achando que era o fim do mundo.
(desculpem o palavrão, prometo tentar não usar mais a palavra e*o nesse blog, que é um blog de família e sinceramente, e*o é coisa de viado).

Leia as notícias em http://newsinfo.inquirer.net/breakingnews/infotech/view_article.php?article_id=41820 e http://www.vnunet.com/articles/print/2171913.